sexta-feira, 24 de outubro de 2014

A semana!!!

Olá queridas amigas !!!
Muito obrigado pelas palavras de carinho e força que deixaram aqui, que Deus abençoe vocês,vossos lares e vossa família .
Estou recuperando, tive que ir ao médico pedir ajuda,porque fiquei com trauma, estou tomando medicamento fraquinho para a depressão e vitaminas para o cérebro, no princípio reagi muito bem , mas sabe muitas amigas vieram me visitar e eu tinha que repetir a história toda, me dava crises de choro e não me faz bem, agora é pensar no futuro, como disse o médico.
E como terapia tem sido o crochê, pois posso fazer deitada.
E vou mostrar o que terminei esta semana, e Deus me permitiu vestir, estamos vivendo dias de altas temperaturas como se fosse um verão.
E é assim meninas, estas são as notícias do lado de cá.
E as unhas estão assim:
Bom fim de semana, beijinhos iluminados é muita PAZ.

sábado, 18 de outubro de 2014

Como foi a cirurgia !!!

Olá meninas que passam por aqui!!!
Peço desculpas não ter vindo antes contar como foi a minha cirurgia, mas estava sem condições psicológicas, ainda custa mas agora já é diferente.
De um dia para o outro recebi um telefonema do hospital para me apresentar para internamento dia 1 de outubro ás 17.00 horas e o procedimento ser no outro dia, ou seja dia 2.E assim foi, estava encarando bem, mas tinha um pressentimento que alguma coisa se passaria, mas ao mesmo tempo rezava e procurava pensar positivo.
Meu marido foi comigo esteve lá algum tempo, mas depois se despediu e veio embora, eu seria a segunda a ser operada pela manhã e meu marido podia entrar apartir das 11 horas.
Recebi meu kit de boas vindas ao hospital...assim disse a enfermeira muito bem disposta e as companheiras de quarto que já tinham sido operadas, teriam alta no outro dia, eram todas muito simpáticas é bem dispostas, se despediram de mim antes de eu ir para o bloco cirúrgico, quando eu voltasse elas já teriam alta. 
Este foi o kit de boas vindas!!!
Marido foi embora, e falei com as amigas que me mandaram msg de força e fé.

Tive direito a jantar.
Depois foi me submeter ao kit e me preparar para dormir.
Dormi cedo, sabe como é hospital.Mas dormi pouco só até as 3 da manhã, o resto do tempo fiquei acordada e ansiosa, tinha tido alguns sonhos estranhos nestas poucas horas de sono. 
A enfermeira veio as 6 da manhã com medicação para todas. Eu disse que não tinha dormido quase nada ela disse que eu podia descansar que ainda era cedo e eu seria a segunda, que eu ficasse despreocupada que ela viria me avisar, antes eu teria que tomar outro banho e fazer novamente a lavagem vaginal de betadine.
Consegui dormir um pouco, depois ela veio me avisar e eu comecei a me preparar, já pronta outra enfermeira veio começou a procurar minhas veias, me furou de todo jeito.
Depois de tudo o meu braço ficou assim.
Fui levada pra lá, todas foram muito simpáticas, me deram um até já e eu apaguei.a médica diz que estava tudo muito bem por dentro e que o procedimento, durou menos de uma hora.
Quando acordei ainda nauseada,várias enfermeiras junto a mim, eu não conseguia recuperar, respondia mas quase não conseguia abrir os olhos,uma delas dizia ela não está bem está fazendo ipotemçao e está muito branca,ficavam vendo se eu estava perdendo sangue por baixo mas não, fizeram exame de sangue hemoglobina estava a 5 ela dizia o exame dela antes da cirurgia era 13,5 de hemoglobina, ela não está bem e eu respondia nao não estou,não consigo abri os olhos, está ficando tudo escuro não estou ouvindo elas me aplicavam algum medicamento que eu tinha um leve momento de lucidez, chamaram outra médica, fizeram uma ultra sonografia vaginal e aí constataram que eu estava com uma hemoragia interna, onde cortaram.
Olharam uns para outros é um médico disse imediatamente bloco cirúrgico. Levaram- me às pressas e o médico disse vai dar tudo certo é  só um até já Monica e eu apaguei de novo.
Depois já estava na sala de recobro, deixaram meu marido ver-me de longe eu ainda nauseada até vomitei depois desta segunda vez,vi meu marido tremido e fiz adeus.
Continuei lá, sabia de tudo que tinha me acontecido e comecei a ter medo,ansiedade e o coração estava disparado,passado algum tempo, eu falava para o medico e ele resolveu me levar para os cuidados intermédios.
O médico foi muito atencioso, junto com uma enfermeira que não saíram de perto de mim, tudo que faziam me diziam eu estava consciente,me aplicaram um beta bloqueador acho que foi assim o nome que eles usaram, para o coração voltar ao normal e mais tarde um ansiolitico, comecei a me sentir melhor e consegui dormir.Estive sem comer nestes cuidados até sábado à tarde dia 4,depois de fazerem muitos exames foi que subi para o quarto, o hospital todo soube do caso, minha família ficou em pânico, foi um susto eu vi minha vida passada, sem eu ter feito tantas coisas que quero.
No sábado quando fui para o quarto
Aqui no Domingo, já tinha levantado tomado banho, retiraram a argalha, e eu estava esperando a visita de meus homens , marido e filhos,
Passou mas um dia e correu tudo bem , o intestino funcionou e eu aqui estava esperando a alta,
Preparando para a saída, acompanhada da minha Nossa Senhora de Nazaré .
Estou em casa , recuperando fazem apenas 15 dias,já tirei os pontos, mas ainda dói, não posso andar muito, ficar sentada também não é confortavel,os dias são de chuva e ajuda a estar na cama.Agradeço a Deus, ele me salvou, me deu outra chance para estar neste mundo.Fiquei psicologicamente afetada, nos primeiros dias chorava muito,por isso não conseguia vir aqui e escrever
Neste momento ainda não é fácil, conto com a ajuda de todas vocês.

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues