quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Um poncho!

Olá meninas!
Tudo bem por aí com vocês?
Por aqui vamos levando a vida uns dias melhores que outros é assim mesmo a vida, mas agradeço a Deus todos os dias pelo simples facto de respirar, estar viva, dormir bem e ter a graça de acordar e viver um novo dia.
Estamos no Outono e os dias estão mudando, manhãs mais frias e entardecer também e aí vem as gripes, neste momento aqui em casa meu marido já está, ficou de cama, mas gripe requer descanso e assim fez.
Aproveitei para crochetar e segunda feira fui comprar lãs, comecei o trabalho na parte da tarde depois do almoço, quando faço crochê está hora me rende bastante e hoje ficou pronto.
Fiz quatro quadrados de crochê, iguais a este,emendei fazendo o ponto, ligando os quadros um ao outro,fica perfeito.
Saiu este poncho, ideal para este tempo, aquece mas não pesa.
Gastei oito novelos de 50 gramas cada um, nesta confecção.A lã é a bravo color de €1,55 cada um.
Mais fotos meninas eu amei a minha criação.
Foi isso meninas, espero que se inspirem 
Beijos iluminados para todos que passam por aqui, até mais❤️❤️❤️❤️

4 comentários:

Márcia Murça disse...

Olá Monica amei, ficou lindo e deve ser quentinho, tenho que passar à Ana para comprar lãs.
Beijinhos
Fique com Deus

Patrícia Pat disse...

Oi vim aqui visitar...o Poncho tá lindo mas como forma o buraco do pescoço?

O meu pensamento viaja disse...

Monik, está linda e elegante. O poncho é ideal para o outono.
Tenha umdia feliz, querida amiga.
Beijinhos da Nina

Conceição Ribeiro disse...

Olá Monik,

é muito lindo e gostava de fazer um para mim só que preciso que me digas quantas voltas deste a cada quadrado?
Obrigada,

beijinhos e boa semana
São

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues