domingo, 29 de março de 2015

A semana!

Olá pessoal!
A semana correu mesmo, mas foi muito boa e deu em meio ao serviço diário aprontar por aqui algumas artes.
Sábado passado eu participei de um workshop sobre decoração primaveril, gostei, sempre se aprende alguma coisa e meche com o bichinho que temos aqui dentro chamado criatividade,sempre é um incentivo uma sacudidela. 
Gostei muito da Joana Figueiredo, ela passa para as participantes a idéia de criar, modificar, transformar, usar os objetos não só com um determinado fim, como um porta cupcake também pode virar um objeto de decoração com uma flor lá dentro, se não estamos usando a bandeja para servir que sirva para outro fim na sua decoração. Ela também passou a ideia de se não gostamos mais de um determinado objeto,devemos mudar adequá-lo à nossa decoração atual aos nossos gostos porque nós mudamos hoje gostamos de determinadas coisas seguindo uma tendência e no futuro já será diferente, a decoração anda de mãos dadas com a moda é sabemos que se formos ver fotografias antigas, vamos ver as calças pantalões e outras modas que hoje falamos assim eu andava assim meu Deus. Mas quando temos um objeto com valor sentimental e hoje em dia não fica mais bem em nossa casa nós guardamos e isso é um erro, não devemos são energias paradas ou devemos nos desapegar ou tentamos transformá-los  e adequalos aos nossos dias de hoje.
Voltei para casa com tudo isso na cabeça, nada do que eu não soubesse, mas nada é por acaso estava precisando desta sacudidela. E aí comecei tenho uma peça três andares ha 29 anos tempo em que estou casada,foi minha sogra que me deu uma e outra igual para minha irmã.
Usei muitos anos em cima da mesa com frutas artificiais lá no Brasil, quando vim morar em Portugal trouxe algumas peças que significavam pra mim e está veio, aqui já não combinava e não usei esteve guardada, muito tempo, depois usei algumas vezes como suporte para os brigadeiros, mas não gostava da cor de fundo, vamos ver a foto.
Está na verdade é a da minha irmã, a minha era idêntica só que na cor verde.
Por baixo, devido talvez as viagens estava feia com umas marcas.
Eu a transformei e amei, foi verdadeiramente como uma operação  plástica,vamos ver:
Esta assim branquinha, linda eu estou in LOVE.
Vou usar como suporte para cupcakes, flores, brigadeiros de várias maneiras.
A joana Figueiredo também colocou uma questão que quem não tem muito tempo não pode ter plantas naturais de dentro de casa, viajamos e muitas acabam por morrer e hoje em dia as flores artificiais estão muito parecidas com naturais,chegam a enganar e resolvi criar um arranjo que a muito tempo tinha visto em um blog a cascata de rosas na xícara , e ficou assim:
Está na minha bandeja do café da manhã e foi mais uma peça que era sozinha, uma chávena em porcelana fina que foi presente da minha amiga Maria Augusta do Brasil. Quando ela abriu a cristaleira tirou e me deu ela me disse é uma lembrança quero que leves e tenho a certeza que a vais transformar, lembro dessas palavras e chegou o dia.
Sou grata a Deus por tudo em minha vida e por tudo que ele me deixa concretizar.
É assim foi a minha semana, ontem também participei de outro workshops com a Joana Figuriredo, gostei mesmo muito dela, e o tema foi decoração mesas de Páscoa, também fiquei com algumas ideias diferentes, mas fica para outro post.
Beijos meninas e uma boa tarde de Domingo seguido de feliz semana.
Esta BC é uma iniciativa da Fernanda Reali, para captarmos os melhores momentos do nosso dia- a dia.

2 comentários:

Maitê Rodrigues disse...

Oi, Monique!!
Menina a transformação de sua bandeja ficou muito boa. Agora, toda branquinha, vai destacar tudo o que você colocar nela, seja frutas, cupcakes, brigadeiros... hummmmm, vão ficar até mais apetitosos.
Parabéns!!!
Abraços,
Maitê Rodrigues - www.ateliedamaite.blogspot.com

Karin Filgueira disse...

Monik, olá!
Cheguei até vc através da BC da Fernanda Reali e é um prazer estar aqui!
Qtos trabalhos lindos!
Sabe que eu sou adepta do artesanato que possa ser decorativo mas utilitário também? Acho super importante!
E transformações são sempre bem vindas, né? ;-)

Um bj e que Deus te abençoe!

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues