quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Receita da fogaça.

Esta é uma receita tipica de santa maria da feira, e foi retirada do blog tertulia de sabores.


E uma receita simples de fazer e uma delicia.....agora a receitinha.....



Ingredientes:

Para o fermento

200 g Farinha T55

120 ml de água morna (utilizei 150 ml)

50 g Fermento fresco de padeiro

Para a massa

600 g de farinha T55

150 g de açúcar

10 g de sal

120 g de manteiga sem sal

3 ovos

2 g de canela em pó (+/- meia colher de café)

raspa de limão (+/- meia colher de café)

30 ml de Vinho do Porto (não está na receita original) Dissolve-se o fermento na água tépida e junta-se cerca de 200 g de farinha de trigo até se obter uma massa relativamente mole, que se deixa levedar entre 15 minutos a meia hora conforme a temperatura ambiente. Depois, adiciona-se o açúcar com a canela, o sal, os ovos, a raspa de limão, o Vinho do Porto, a manteiga e a farinha necessária para se obter uma massa um pouco mais consistente do que a do pão. (das 600 g de farinha indicadas usei apenas 550g)

Deixa-se fermentar o tempo necessário para a massa dobrar de volume.

A seguir, pega-se na massa, divide-se ao meio e molda-se cada uma das partes num rolo comprido semelhante a uma serpente, isto é, mais espesso num dos lados.

Espalma-se este rolo com a mão, ficando uma tira que se começa a enrolar pelo lado mais largo, resultando numa pirâmide.

À medida que se vão enrolando, vão-se colocando as pirâmides num tabuleiro forrado com um pano polvilhado com farinha onde voltam a crescer (entre 30 minutos e 1 hora).

Pincelam-se com ovo batido e, com uma tesoura, dão-se 4 golpes no topo da pirâmide de que resultarão as "torres do castelo".

Introduzem-se as fogaças no forno quente a (200º, o ideal era um forno de lenha, mas não tenho disso cá em casa), 15 minutos depois, tiram-se para fora, à mão, separam-se as "torres do castelo", permitindo assim que o calor penetre no interior das fogaças, cozendo-as uniformemente. Voltam ao forno para acabar de cozer.








Depois é só comer e comer e comer.......fica uma delicia com manteiga.

Quero agradecer do fundo do coração á autora do blog tertulia de sabores, porque eu adoro fogaça mas nunca tinha encontrado a receita....o meu muito obrigada......






2 comentários:

Tina disse...

Nossa! deve ser muito bom!!!!
A receita de fogaça que tenho é frita, mais ou menos uma esfirra frita...esta parece ser muito gostora...
bjs
Tina (SONHAR E REALIZAAR)

Patrícia Pat disse...

Nossa que bacana! Acho que não acerto a fazer sozinha. Mas o Manuel pode me ajudar...Obrigada por compartilhar. ..

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues