terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Boa tarde!!!

O QUE É VIVER BEM
Por Cora Coralina

Eu não tenho medo dos anos e não penso em velhice. E digo prá você, não pense.

Nunca diga estou envelhecendo, estou ficando velha. Eu não digo. Eu não digo estou velha, e não digo que estou ouvindo pouco. É claro que quando preciso de ajuda, eu digo que preciso.

Procuro sempre ler e estar atualizada com os fatos e isso me ajuda a vencer as dificuldades da vida. O melhor roteiro é ler e praticar o que lê.

O bom é produzir sempre e não dormir de dia.

Também não diga prá você que está ficando esquecida, porque assim você fica mais.

Nunca digo que estou doente, digo sempre: estou ótima.

Eu não digo nunca que estou cansada. Nada de palavra negativa. Quanto mais você diz estar ficando cansada e esquecida, mais esquecida fica. Você vai se convencendo daquilo e convence os outros. Então silêncio!

Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velha não. Você acha que eu sou?

Posso dizer que eu sou a terra e nada mais quero ser. Filha dessa abençoada terra de Goiás.

Convoco os velhos como eu, ou mais velhos que eu, para exercerem seus direitos. Sei que alguém vai ter que me enterrar, mas eu não vou fazer isso comigo.

Tenho consciência de ser autêntica e procuro superar todos os dias minha própria personalidade, despedaçando dentro de mim tudo que é velho e morto, pois lutar é a palavra vibrante que levanta os fracos e determina os fortes. O importante é semear, produzir milhões de sorrisos de solidariedade e amizade.

Procuro semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. Digo o que penso, com esperança. Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor.
Eu me esforço para ser cada dia melhor, pois bondade também se aprende.”

“Mesmo quando tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir ou chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar; porque descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir.
Olá meninas, deixo aqui esta reflexão que me veio na memória esta manhã quando fizemos uma caminhada nesta floresta, estava apenas 3 graus, quanto mais dentro da floresta mais frio e a subir muito pensei que não ia conseguir, mais depois pensei positivo e lembrei deste texto, parece que foi mais fácil e divertido.

4 comentários:

disse...

Monik,amei o texto de Cora,sou fã dela e como edifica o nosso ser a nossa concepção sobre a vida!
Lutas e dificuldades todos temos,mas temos que saber passar por elas!
tem um texto do apóstolo Paulo onde ele diz:-
Pois, quando sou fraco, é que sou forte. Querida,acho que temos a mesma faixa de idade e sabemos que depois dos 40 tudo fica mais complicado,mas CoraCoralina nos dá esta receitinha de como passar por essas coisas sem dar muita importancia,apenas ir vivendo...
Faz um tempo que não vejo minha neta,o coração dói,ela já tem 1 ano e seis meses e foi para escolinha e está amando somente meio período,já faz natação,é mesmo muito esperta e fofa!acompanho pela net.
E qto a dieta,começo amanhã tomar um remédio para perder o apetite!
bjos amiga,curta bem suas netinhas !
tinha planos para ir a Portugal este ano ficar 1 mês,mas meu filho passou no concurso do Poder judiciário e está complicado deixá-lo e confiar em alguém pra deixar aqui é difícil,minha mãe já está velha e não tem como ficar,mas vamos deixar nas mãos de Deus!
bjos e sempre acompanho vc no blog,tenho estado muito estafada devido a muito trabalho.
abraços e Deus lhe abençõe!

Patrícia Pat disse...

O texto realmente é muito bom. É um texto de extrema sabedoria e positividade. Bom para internalizarmos para nós mesmos. A título de trabalharmos nosso eu e nossa emoção. Mas, tb acho que diante de pessoas que gostamos e que sabemos que gostam de nós devemos nos permitir desabafar. Contar das nossas fraquezas e cansaço. Bjao! !

Valquiria Cristina disse...

Adorei sua postagem, texto lindo muito bom pra refletir!
bjão

Deusa disse...

Oiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Linda como sempre,esta e sua netinha?Esta mais para sua filha,vocês formam um casal jovem,muito bonitos.
Sabe que conheço a casa da Cora Coralina,lá em Goiás Velho? E uma casa antiga,simplerrima,bem a beira de um riozinho que passa por uma ponte.
Dentro tudo absolutamente simples,rustico e cheio de energia de sua dona,a cama,os óculos,a cozinha com seus tachos e colheres de pau....
Era uma mulher forte e viva e teve a coragem de enfrentar os dias bons e ruins com coragem.
Sempre íamos a sua cidade e passávamos em sua casa quando morávamos em Goiânia.
Beijinhos....
Deusa
vasinhos coloridos

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues