quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Pensamento de hoje!!!

Olá queridas seguidoras, quem me acompanha sabe um pouquinho da minha vida, sou brasileira moro em Portugal e neste momento estou na Suíça na casa da minha filha, para dar uma força pois ela está para dar a luz, nós últimos dias mesmo.

Este pais é de trabalho, muitos imigrantes quando andamos nas ruas, restaurantes, lojas vemos mais estrangeiros do que suíços, vocês podem não acreditar mas é verdade, portugueses, brasileiros,indianos, árabes todo tipo de nacionalidades.

Com todo este blá blá blá quero chegar que não devia haver preconceito nesta terra, mas infelizmente tem e as vezes feitas pelos próprios imigrantes, chegam aqui ganham um pouquinho de dinheiro, compram um carro bom, vestem-se bem é acham que já são mais do que qualquer um.

A imagem das mulheres brasileiras por aqui não é nada boa, o carnaval do Brasil fascina qualquer Europeu mas também deixa uma imagem vulgar da mulher brasileira.
Eu como tenho lido muito cheguei neste texto e achei que se adaptava no que eu estava sentindo, por isso deixo aqui esta poetagem, para que os poucos que passem por aqui reflitam.

Poucas coisas são tão fortes quanto a imagem que a gente cria. E como todos gostam de saber com quem estão lidando para evitar surpresas, essa imagem vira referência e pode agir a nosso favor e também contra - preconceitos vêm daí.

Nem todo alemão é sisudo, nem todo baiano é preguiçoso, nem todo gaúcho é machista, mas essa é a “foto” que guardamos deles em nossos porta-retratos mentais. Estereótipos de grupo. Individualmente acontece a mesma coisa. A sua vida passa como se estivesse numa esteira de linha de produção, até que um dia você ganha um rótulo – que não veio do nada, você de certa forma colaborou para ser etiquetado como um fofoqueiro, um bebum, um mulherengo.

E também colaborou para ser reconhecido como um cara focado, um homem responsável, um sujeito que cumpre o que promete. Você pode mudar? Pode. Para melhor e para pior. A vida é longa. Angelina Jolie passou de bad girl a cidadã ativista e de família - adotou crianças, visitou países assolados pela fome, a nossos olhos virou outra pessoa.

Mas, para comuns mortais, é bem mais penoso reverter a própria imagem. A imprensa não cobre.

Rótulos, mesmo os bons, são limitadores. O ideal seria que pudessem esperar qualquer coisa de nós, já que somos mesmo capazes de surpreender. Mas o mundo se apega às certezas, não às dúvidas. Então, tenha em mente que tudo o que você faz (e principalmente o que você repete) ficará arquivado na memória daqueles com quem convive, e será um trabalhão desfazer essa imagem. Não que seja impossível, mas vai exigir mais do que mil palavras.

Martha Medeiros - Jornal Zero Hora
Queridas desejo um final de semana abençoado,beijos iluminados.
"O Senhor fez em mim maravilhas Santo é o seu nome"

1 comentário:

Patrícia Pat disse...

Esta postagem está parecida com uma piada que ouvi: Deus desceu com São Pedro e foi a muitos paises e viu toda gente trabalhando, na Rússia, nos EUA, na Suíça...E perguntou: por que eles trabalham tanto? E Pedro disse: porque o Senhor mandou...E foi assim com esses três paises...E Deus disse: mas eu estava brincando....Dai quando chegou no Brasil no auge do Carnaval e viram o povo todo dançando e brincando e aiDeus perguntou quem era esse povo e o que eles estavam fazendo e São Pedro respondeu: estamos no Brasil e esse é unico povo que acreditou que o Sr estava brincando. Kkkkkkk!
A cara do Brasil é essa mesmo...Isso foii falado na faculdade.....Bj!!! Kkkkk!

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues