quinta-feira, 25 de abril de 2013

Blogagem Musical

Olá meninas!
Mais uma quinta feira dia de Blogagem Musical, uma proposta da Dani Moreno lá do blog Moça de Família
O tema hoje é musica forte.

Por que hoje comemoramos a Revolução dos Cravos refere-se a um período da história de Portugal resultante de um golpe de Estado militar, ocorrido a 25 de abril de1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo1 , vigente desde 19332 , e que iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático, com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de abril de 1976.

Este golpe, normalmente conhecido pelos portugueses como 25 de Abril, foi conduzido por um movimento militar, o Movimento das Forças Armadas (MFA), composto por oficiais intermédios da hierarquia militar, na sua maior parte capitães6 que tinham participado na Guerra Colonial e que foram apoiados por oficiais milicianos, estudantes recrutados, muitos deles universitários. Este movimento nasceu por volta de1973, baseado inicialmente em reivindicações corporativistas como a luta pelo prestígio das forças armadas7 , acabando por se estender ao regime político em vigor8 . Sem apoios militares, e com a adesão em massa da população ao golpe de estado, a resistência do regime foi praticamente inexistente, registando-se apenas quatro mortos em Lisboa pelas balas da DGS9 .

Após o golpe foi criada a Junta de Salvação Nacional, responsável pela nomeação do Presidente da República, pelo programa do Governo Provisório e respectiva orgânica. Assim, a 15 de maio de 1974 o General António de Spínola foi nomeado Presidente da República. O cargo de primeiro-ministro seria atribuido a Adelino da Palma Carlos10 .

Seguiu-se um período de grande agitação social, política e militar conhecido como o PREC (Processo Revolucionário Em Curso), marcado por manifestações, ocupações, governos provisórios, nacionalizações e confrontos militares, apenas terminado com o 25 de Novembro de 1975

Estabilizada a conjuntura política, prosseguiram os trabalhos da Assembleia Constituinte para a nova constituição democrática, que entrou em vigor no dia 25 de Abril de 1976, o mesmo dia das primeiras eleições legislativas da nova República.

Na sequência destes eventos foi instituído em Portugal um feriado nacional no dia 25 de abril, denominado "Dia da Liberdade".
Muitas musicas foram marcantes e são fortes até hoje, como é o caso de  Grandola vila morena,ultimamente muito cantada pelo povo hoje, nas ruas contra o governo e a TROIKA,por isso resolvi escolher esta musica marcante e forte em nosso PORTUGAL
video

Viva a liberdade!!25 de Abril Sempre !!!!
Querem ver as escolhidas das amigas é só visitar o Blog Moça de Família da Dani Moreno (AQUI!).

5 comentários:

DaniMoreno disse...

Parabéns pelo dia, Mônica!!! ;)

beijocas, flor!

Historias de mulher disse...

Gostei mt do seu post.
bjsss
Alânia Teixeira.

Andrea Guim disse...

Oi, Mônica!
Minha música também se refere a um golpe militar. Escrita por Chico Buarque de Holanda, fala sobre a ditadura de 1964.
Parabéns pelo seu feriado!!
Beijins,
Dea

decorar e cozinhar disse...

AMIGA OBRIGADA PELO CARINHO.
BELO FIM DE SEMANA.
BEIJOCAS,FIQUE EM PAZ.

CASA DE FIFIA disse...

POIS è A gente tem liberdade, e acha que sempre foi assim, e as vezes esquece que homens e mulheres deram a vida por essa liberdade que temos hoje.
viva a liberdade, e viva quem deu a vida para nos dar essa liberdade.
nao conheço a musica ,mas jà liguei o som para escutar.
volte sempre no meu cantinho, será sempre bem vinda

baci

Carlos Drumond de Andrade escreveu:

"Casa arrumada é assim:Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa entrada de luz.Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um cenário de novela.Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os móveis, afofando as almofadas...Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:Aqui tem vida...Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras e os enfeites brincam de trocar de lugar.Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.Sofá sem mancha?Tapete sem fio puxado?Mesa sem marca de copo?Tá na cara que é casa sem festa.E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,passaporte e vela de aniversário, tudo junto...Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.A que está sempre pronta pros amigos, filhos...Netos, pros vizinhos...E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brincaou namora a qualquer hora do dia.Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.Arrume a sua casa todos os dias...Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...E reconhecer nela o seu lugar."

Google+ Badge

A minha Lista de blogues